“Haja coração”e a fórmula das Sete – YagoTadeuOpinião


        A atual novela das sete de Daniel Ortiz, começou com a luz de um remake que ajudou as pessoas a se familiarizarem rápidamente com as personagens. Mas o reboot (Reboot ou reinicalização designa uma nova versão de uma obra de ficção), como é chamada a versão da novela não precisou apelar para velhos personagens carismáticos para obter sucesso e manter o público de “Totalmente demais”. O que ganhou o público mesmo, foi além do ótimo humor da trama, a boa comédia romântica empregada de um modo ágil, divertido e gostoso de se assistir.

“Haja coração” nos marcou com sua louca Tancinha (Mariana Ximenes), o atrapalhado e apaixonado Beto (João Baldasserini) que fez de tudo um pouco por Tancinha, as loucuras inéditas de Fedora Abdala (Tatá Werneck) e outros casais que fizeram a clássica comédia romântica das sete sem perder a graça e sem ficar arrastada.

É injusto com o autor dizer que ele usou um pouco da fórmula de “Totalmente demais” ou “I love paraisópolis” se a fórmula das sete é antiga e o que muda é especialmente o modo como ela é preparada e aplicada. A novela poderia ser mais um mesclado de clichês pouco engraçados e ficaria na sombra da última novela das sete, porém Ortiz não perdeu o bonde e conseguiu nos fazer gostar de suas confusões, torcer e rir muito com suas personagens.

2 pensamentos sobre ““Haja coração”e a fórmula das Sete – YagoTadeuOpinião

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s